terça-feira, 8 de março de 2011

Desatinada



O que eu peço do amor
É que não seja perfeito
Nem do meu, nem do teu jeito
Só querer
E ser
Amar, enfim
Alguém que sinta
Que veja
Veja mais no meu sorriso do que há
para se ver
Que me ache encantada
Que me ache linda desgrenhada
Unha roída
E cara lavada

E me queira, ainda que desatinada
Me queira mais que o jogo
Queira mais que o mundo todo

E eu vou,
Meu bem, quer quem você seja
Eu vou
Já estou lá

3 comentários:

Felicidade Clandestina. disse...

Meu Deus, exatamente o que todas nós queremos !

Lindo e delicado

@mahlvieira disse...

Lindo, lindo, lindo !

Uma graça, ameei*-*

@mahlvieira disse...
Este comentário foi removido pelo autor.